27/10/2009

"Minha" Dolores Duran

Dolores Duran foi uma das maiores compositoras e intérpretes da Música Brasileira, ouso mesmo dizer que da música mundial. Foi com felicidade que recebi o convite do Milan para elaborar esta coleção de canções para seu site Parallel Realities Studio, que sempre enfoca belas vozes femininas do Brasil.

Dolores Duran é um caso único na história da nossa música. Surgiu como menina-prodígio capaz de impressionar o exigente Ary Barroso na sua primeira aparição frente aos microfones de uma emissora de rádio. Tornou-se, no auge de sua trajetória, uma bela mulher, dona de uma personalidade magnética, mulata de musicalidade absoluta e um par de bochechas que teimavam em sustentar o constante e largo sorriso.
-
Sua voz rouquinha de emissão não muito potente cantou a tristeza de maneira impressionante, porém, ao mesmo tempo era capaz de levantar o astral de todos à sua volta com intermináveis anedotas e imitações das manias e trejeitos dos seus colegas da boemia carioca. Era o centro das atenções em todas as mesas que freqüentava, aliando graça, inteligência e sagacidade. Seus versos rebuscados e confessionais em “A Noite do Meu Bem”, são até hoje muitas vezes interpretados em tom de tristeza, sendo a música na verdade, uma ode à alegria de se encontrar o ser amado. Dolores tinha facilidade em aprender línguas e absorveu de maneira genial a música e a cultura de outros países, cantando perfeitamente em inglês, francês, espanhol e italiano. A consciência política a levou a se apaixonar pelo socialismo, e ela chegou a se apresentar na antiga União Soviética ao lado de Nora Ney, Jorge Goulart do Conjunto Farroupilha entre outros artistas. Num mundo profissional totalmente machista e bastante racista, onde a criatividade duelava marcadamente com a competição musical, ela conseguiu impor respeito, dando um passo além de muitos de seus colegas e contemporâneos. Sua arte é atemporal. Dolores Duran é um patrimônio artístico deste país.

Nesta coleção procurei selecionar de seu repertório, as canções baseando a escolha num tom pessoal. O resultado me surpreendeu, pois acabou mostrando o quanto moderna era a sua interpretação, e o quanto modernos eram também os compositores, os arranjos e o repertório escolhido a dedo pela grande sensibilidade da cantora. Para o efeito ser completo, o ideal é ouvir a coleção como um disco, na seqüência, do início ao fim. São sambas, sambas-canção, boleros, jazz e até mesmo baião, em uma viagem por todo o mundo musical particular de Dolores. Os fonogramas também receberam um leve tratamento digital para dar unidade ao som. Entre as canções em outras línguas há até mesmo uma em esperanto - “Nigraj Manteloj”, versão para a famosa “Coimbra” [de Errao, Galhardo, na versão de Baena].
-
Não poderiam ficar fora grandes interpretações que se tornaram também sucessos como “My Funny Valentine” [Rodgers, Hart], “Canção da Volta” [Ismael Netto, Antônio Maria], “A Noite do Meu Bem” [Dolores Duran], “Conversa de Botequim” [Noel Rosa e Vadico], “Viva Meu Samba” [de Billy Blanco] e “Por Causa de Você” [a parceria mais famosa de Dolores Duran e Antônio Carlos Jobim]. Ao lado destas, algumas canções menos conhecidas, porém não menos geniais, como “Estranho Amor” [do mestre Garoto com letra de David Nasser], “Quem Foi?” [de Nestor de Hollanda e Jorge Tavares], “Ave Maria Lola” [S. Siaba], “Bom É Querer Bem” [de Fernando Lobo], “Onde Estará Meu Amor?” [da compositora Lina Pesce] e a incrível “Minha Toada” [composição de Dolores Duran e do saudoso Edson França, outro gênio musical, mais conhecido pela bela voz a frente do Trio Irakitan].

Em todos os gêneros e paisagens musicais por onde Dolores Duran passeou, há genialidade, doçura, humor e muita emoção. Modelando assim uma rara perfeição musical capaz de emocionar até mesmo as pedras do caminho. Afinal, passada a tristeza da perda, não importa se ela nos deixou cedo, importa sim, o que ela nos deixou. Divido então, um pouco da “Minha” Dolores, com todos vocês.

“Minha Dolores por Thiago Mello”
2009 [Bossa-Brasileira & Parallel Realities Studio]

01 Bom É Querer Bem [Fernando Lobo]
02 My Funny Valentine [Rodgers, Hart]
03 Solidão [Dolores Duran]
04 A Noite do Meu Bem [Dolores Duran]
05 Estranho Amor [Garoto, David Nasser]
06 Ave Maria Lola [S. Siaba]
07 Minha Toada [Edson França, Dolores Duran]
08 Na Asa do Vento [Luiz Vieira, João do Vale]
09 Viva Meu Samba [Billy Blanco]
10 A Banca do Distinto [Billy Blanco]
11 Conversa de Botequim [Noel Rosa, Vadico]
12 Manias [Flávio Cavalcanti, Celso Cavalcanti]
13 Nigraj Manteloj [Coimbra em Esperanto] [Errao, Galhardo, Baena]
14 Sinceridad [G. Perez]
15 An Affair to Remember [Adamson, Mcarey, Chandler, Warren]
16 Onde Estará Meu Amor? [Lina Pesce]
17 Canção da Volta [Ismael Netto, Antônio Maria]
18 Quem Foi? [Nestor de Hollanda, Jorge Tavares]
19 Pra Que Falar de Mim? [Ismael Netto, Macedo Neto]
20 Por Causa de Você [Dolores Duran, Antônio Carlos Jobim]

Este disco é um presente dos blogs:
Parallel Realities Studio & Bossa-Brasileira
E não pode ser comercializado.

14 comentários:

Milan Filipović disse...

Excellent post with detailed information and as far as I know up to now unpublished photos of Dolores.
Thanks
Milan

Qual delas? disse...

Que sirva de exemplo para quem trabalha com cultura musical. O que você fez é digno de prêmio. Feito com amor, a qualidade de Dolores só cresceu.

Paulo Horta disse...

PARABÉNS PELO ÓTIMO TRABALHO. PAULO HORTA-BH

*♥:.hEvElIsE*♥:. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
thiago mello disse...

Thanks very much Milan!!!
Um grande abraço do Brasil!

Muito obrigado Qual Delas?, fico muito feliz que tenha gostado! A satisfação é de todos!

Paulo Horta, muito obrigado cara!
Um abração pra vc!

Puxa Hevelise obrigado! Você lembrou bem, faltou "Escurinho" mesmo... Que vacilo! Obrigado querida!!

Música de toda sorte disse...

Prezado Thiago.
Dá para dividir essa postagem ?
O download free do Media Fire só pode ser feito de arquivos com até 100MB e essa postagem tem 119 MB.
Grande postagem. Eu não queria perdê-la. Parabéns pelo trabalho.
Um grande abraço.
Benício.

thiago mello disse...

Benício, tudo bem? Obrigado pelo elogio. Acho que está tudo bem com a postagem, talvez o que aconteceu foi que o mediafire as vezes tras uma mensagem dizendo que o browser não suporta download desse site, mas e só clicar na faixa amarela - no internet explorer - que aparece no canto superior e habilitar temporariamente o pop-up, que funciona tranquilo. Se isso não adiantar, me avise. É que ninguém ainda havia tido esse problema, ainda, qualquer coisa é só nos avisar! Um abração!

Huguinhu K.. disse...

Olá amigão!
Gostaria de colocar um playerzinho discreto da Radio Web Armazém da Saudade http://www.radioarmazemdasaudade.blogspot.com no Bossa Brasileira?
Em contrapartida estarei divulgando seu blog ao longo da programação.
Em caso positivo, entre em contato por email para que eu possa te responder ja enviando o código para ser inserido no seu blog.

Grande abraço e viva a boa música!

Hugo
outrasbossas@yahoo.com.br

JackRamon disse...

Hello,

Just a quick word to let you know that you are featured in our blogroll on Radio.Video.Jazz

Please check our site. If you like our work, do link back to us.

If you feel like contributing, let us know.

A lot of thanks.

The Radio.Video.Jazz Team

PS : you can also check our other website Radio.Video.Trad

gpdlt2000 disse...

¡Felicitaciones por tan excelente selección de esta recordada cantante!

Alessa disse...

parabéns pelo trabalho!
adorei as músicas!

http://www.itubainaradioretro.com.br/

Anônimo disse...

Adorei! muito obrigada! é tão difícil encontrar algo da maravilhosa Dolores.

kalina morena disse...

ah, me apaixonei por seu blog!
abraco grande
kalina

Samuel Machado Filho disse...

Boa seleção! E, para uma visão mais completa do trabalho de Dolores Duran como cantora e compositora, recomenda-se a caixa de 8 CDs "Os anos dourados de Dolores Duran" (EMI, 2010), com todas as 75 gravações dela como cantora, incluindo sete composições de autoria dela mesma. Nos dois últimos CDs, vêm músicas como autora que ela não teve tempo de gravar (algumas lançadas post-mortem), interpretadas por outros cantores.